quinta-feira, 14 de abril de 2011

SEVILHA EM AGOSTO - ESPANHA

. .
Sevilha, bela cidade andaluza. Cidade situada no Sul de Espanha, com a sua fabulosa catedral, belos palácios com influência barroca, renascentista e mourisca; largas praças, a sua praça de touros (Plaza de Toros de la Maestranza); o labirinto compacto das suas ruas estreitas a par das largas avenidas que, no centro, delimitam áreas bem distintas e atractivas para quem a visita.
. ........

.

Guadalquivir, o risco que divide a cidade em duas. Era Verão, naquele dia de Agosto luminoso e quente, ansiávamos por ir à descoberta daquela cidade, como, Cristóvão Colombo, possivelmente, o terá feito um dia.

.



Partimos da paragem da Torre del Oro, mesmo junto ao rio. Rio largo, caudaloso e tranquilo. Apanhámos um autocarro panorâmico, para ficarmos com uma primeira impressão e nos podermos orientar mais facilmente. O tempo era pouco. Encontrámos uma cidade praticamente vazia de carros e a maior parte dos sevilhanos, àquela hora de calor, parecia ter-se evaporado.





Canhões e entrada da Torre del Oro
.
A Torre del Oro teve uma irmã gémea do outro lado do rio. Terão sido construídas com o intuito de defender a entrada do porto de Sevilha. Hoje, a que resta, é um pequeno museu marítimo. Diz-se que o seu nome se terá devido ao facto de, outrora, estar revestida a ouro. Mas, o que é um facto mais provável, é que apenas esteja ligada à chegada do ouro vindo das Américas no tempo da colonização espanhola.

.

(Fotografias de Sevilha tiradas em Agosto de 2010)

.

.

Sem comentários: