domingo, 23 de novembro de 2008

"BOLAS DA MINHA VIDA" - LEITURA DE UM QUADRO

.





(A: Malay)


 
De pequenino, os berlindes, eram os joelhos pelo chão, as calças com remendos de carneira.

Depois veio o ténis, comecei como “apanha bolas” dos meus pais, aos três anos. Quando, começou a ser mais sério, passei eu a jogar.

Hoje, jogo “snooker” com os meus amigos... com a minha mãe é desespero completo, e, sozinho, procuro seguir os passos dos grandes “craques” mundiais, através do pequeno ecrã.

Só que, já estou a chegar à idade, de dizer __”Bolas!...”, porque nem sempre as coisas são como as idealizamos...



NATAL - "RELÍQUIAS" DA NOSSA MALA







FOI FEITO PELO J.P. EM 1998.
 ESTEVE GUARDADO 10 ANOS - é a altura de voltar a sair...


São estas pequenas "relíquias" que fazem da "época natalícia" uma época mágica __ o trabalhinho feito na escola pelo filho, pelo sobrinho...; a pequena lembrança feita pela mãe, pela amiga...; a visita há tanto tempo prometida...

São estas pequenas "relíquias" que nos fazem dizer: __"Ainda bem que há Natal!..."

Para mim, "Natal, Natal" é isto mesmo...




PREPARANDO O NATAL - NUM BAÚ CHEIO DE RECORDAÇÕES








A SABEDORIA, não se vê, sente-se...
.


À medida que vamos libertando cada peçazinha de papéis e de plásticos, vamos desencantando memórias de outros natais, que nos trazem as cores, os sabores e os encantos dos natais de quando éramos nós pequenos ou, então, já dos nossos filhos.
.
Agora, já estamos todos "crescidos". Por isso, o Natal já não pode ser de fantasia e de ilusão.
.
Agora, o Natal só vale se for um "Natal de coração", o que é válido para miúdos e graúdos.
.
Agora, mesmo que não possamos levar o Natal para fora das nossas casas, demo-nos pelo prazer de dar dentro de portas.



PORMENOR DE UM QUADRO - LEITURA QUE SE FAZ






(A: Malay _  pormenor de um quadro)

Se os engarrafamentos fossem assim tão coloridos. Até valia a pena a espera...




Só que não são, por mais carros diferentes que tenham...


Só fica __  Como sair dali para fora?!...


(Imagens 2 e 3 retiradas da NET)



A MAIOR OBRA DE LEONARDO da VINCI!...



(Foto retirada da NET)


"Limitemo-nos a ser nós próprios e não outra pessoa..."


Quando perguntaram a Leonardo da Vinci qual fora a maior obra da sua vida, ele respondeu: __”Leonardo da Vinci”

A este respeito, os mestres zen, não nos pedem para sermos algo ou alguém que não somos.

Em vez disso, pedem-nos para sermos aquilo que somos da forma mais verdadeira e completa...




Leonardo da Vinci terá sido um dos homens mais facetados e geniais da Humanidade.

Ele destacou-se como cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico. É ainda conhecido como o precursor da aviação e da balística. Leonardo foi descrito, frequentemente, como o exemplo mais perfeito do homem do Renascimento, alguém cuja curiosidade insaciável era igualada apenas pela sua capacidade de invenção. É considerado um dos maiores pintores de todos os tempos e, possivelmente, como a pessoa dotada de talentos mais diversos a ter vivido.


ATELIER - FASES NA EXECUÇÃO DE UM QUADRO













Os pormenores já começaram. Agora é só partir, estalar, envelhecer, qual miúdo pequeno...












O azulejo e o cavalo já levaram um avanço... Nestes, fui pintora de 1ª linha, quase na totalidade...

Faltam os acabamentos, mas a base já lá está.



ETAPAS NA EXECUÇÃO DE UM QUADRO - O PIÃO





(Quadro em execução para exposição de comemoração do "Ano do Marquês" - Oeiras)




Já rodopia...
Já se vai libertando no tempo e no espaço.
O tempo roda, sucede-se, atropela-se... mas continua, sempre, sempre, sem parar... tal como pião em mãos de menino rabino.
Cabe-nos a nós tentar controlá-lo para que, com ele, possamos girar sempre, e sempre, a bom passo...


UM AMIGO À DISTÂNCIA DE UM __"AI!"...



(Imagem retirada da NET)



(Desenho __Malay)


Desde menina que procuro aquele AMIGO. Um AMIGO que está à distância de um __"Ai!", de um sorriso, de uma lágrima, de um desespero, de uma dúvida, de um deslumbramento...

Aquele AMIGO que nos prega partidas, mas volta sempre para amparar a nossa queda. Aquele AMIGO para quem podemos ligar, directamente, sempre que o queiramos, sem "plafont" ou interferências...

Penso que, HOJE, o encontrei.

Mas, como da dúvida pode nascer a luz, espero ter a vida iluminada para sempre.



"OLHAI OS LÍRIOS DO CAMPO" - cartas de Olívia



" Os Lírios", Van Gogh
.


CARTAS DE OLÍVIA


__ "O dia mais importante da minha vida foi aquele em que, recordando todos os meus erros, achei que já chegara a hora de procurar uma nova forma de ser útil ao próximo, de dar novo rumo às minhas relações humanas.

Que é que eu tinha feito se não satisfazer os meus desejos, o meu egoísmo? Podia ser considerada uma criatura boa apenas porque não matava, porque não roubava, porque não agredia?

A bondade não deve ser uma atitude passiva.

No dia em que achei Deus, encontrei a paz para mim e, ao mesmo tempo, percebi que, de certa maneira, não havia paz para mim.

Descobri que, a paz interior só se conquista com o sacrifício da paz exterior. Era preciso fazer alguma coisa pelos outros.

O Mundo está cheio de sofrimento, de gritos de socorro.

Que tinha eu feito, até então, para diminuir esse sofrimento, para atender a esses apelos?

Eu via em meu redor pessoas aflitas que, para se salvarem, esperavam apenas a mão que as apoiasse, nada mais do que isso.

E, Deus, dera-me as duas mãos!

Pensei em tudo isso numa noite de insónia. Quando o dia nasceu, sentia que tinha nascido de novo com ele. ERA UMA MULHER NOVA."
Este foi o texto que mais me marcou em toda a minha vida. Também eu tenho duas mãos. Mas, na maior parte das vezes, não sei o que fazer com elas.

Pode ser que com quem leia este texto, isso possa ser diferente.

ARTE SÓ É ARTE QUANDO...


.



(Quadro de Picasso - "Les Demoiselles de Avignon" - NET)

 
"A ARTE só é ARTE quando...
 o artista é mais um tijolo na intervenção global..."
Citado pelo Prof R.A.


Joan Baez - PERSISTÊNCIA... CAPACIDADE DE DECISÃO

.





"PERSISTÊNCIA" - (O meu primeiro trabalho a espátula)




"NÃO PODEMOS DECIDIR QUANDO VAMOS MORRER OU COMO ...
MAS PODEMOS DECIDIR COMO VAMOS VIVER AGORA..."

(Joan Baez)


Joan Baez, é uma das minhas cantoras preferidas de sempre.

Joan Chandos Baez (Staten Island, 9 de janeiro de 1941) é uma cantora norte-americana de música "folk", conhecida pelo seu estilo vocal distinto e opiniões políticas apresentadas abertamente.

Joan Baez foi compositora e intérprete de música popular desde o início 1960 até os dias de hoje.
 
A carreira profissional de Baez começou em 1959 no "Newport Folk Festival", onde, com 18 anos, foi a grande revelação.  Com apresentações regulares, Joan Baez tornou-se um fenómeno artístico. É assim que, em 1963, já era considerada uma das cantoras mais populares dos Estados Unidos. Em 1964 lança o disco Joan Baez/5, incorporando neste trabalho uma seleção de populares canções "folk" dos Estados nidos e da América Latina, com destaque para interpretações de composições de músicos brasileiros como Villa-Lobos. Além de "folk" tradicional e canções de protesto, ajudou a promover Bob Dilan, impressionada com suas composições iniciais.
 
 

 


O album dela que mais ouvi:

(Informações e foto retiradas da NET)
 



PENSAMENTOS... Gabriel Garcia Marquez






" NÃO SERÁS RECORDADO PELOS TEUS PENSAMENTOS SECRETOS.
PEDE AO SENHOR A FORÇA E A SABEDORIA PARA OS EXPRESSAR."

.
Gabriel Garcia Marquez


.

.
Quantos de nós não temos os nossos ideais, as boas intensões...
 __ e onde ficam a coragem e vontade de os pôr em prática?

(Fotos retiradas da NET)


FALAR VERDADE...








Diz sempre o que pensas e faz o que sentes,
ou seja,
"Diz sempre o que sentes e faz o que pensas"...




(Imagens retiradas da NET)



"INDIFERENÇA" - Érico Veríssimo





"O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença"

Érico Veríssimo





Filho de família  abastada  que se arruinou, Érico não teve um vida muito fácil depois que seu pai farmacêutico perdeu a propriedade da farmácia e os seus progenitores se separaram. No colégio, foi um aluno que se destacou tendo sempre as melhores notas da turma, apesar de destestar a Matemática. Para que o seu irmão Ênio pudesse prosseguir os estudos viu-se obrigado a trabalhar como balconista primeiro no armazém so Tio Arménio e depois no Banco Nacional do Comércio, para além de fazer traduções. Além de farmacêutico, Érico também trabalhou como professor de literatura e língua inglesa.

Em 1927, Veríssimo conheceu sua futura esposa, Mafalda Halfen Volpe, então com quinze anos, e os dois ficaram noivos em 1929. Nesse mesmo ano, publicou-se o primeiro texto de Veríssimo: Chico: um Conto de Natal.

Em 1931, Érico regressa a Cruz Alta, para se casar com Mafalda Volpe, e os dois passam a morar em Porto Alegre, onde Érico havia obtido certa estabilidade financeira. Eles tiveram dois filhos: Clarissa Verissimo (1935) e o também escritor Luis Fernando Verissimo (1936). O casamento deles foi bastante feliz, e Érico escreveu mais tarde que, sem a paciência e o bom-senso da esposa, sua carreira de escritor teria sido impossível. Em Porto Alegre, trabalhou ainda na Livraria e Editora Globo



Em 1938, Érico Veríssimo publicou sua primeira obra de repercussão nacional e internacional, Olhai os Lírios do Campo, que foi traduzido do inglês ao indonésio.



"Posso afirmar que só depois do aparecimento de "Olhai os Lírios do Campo" é que pude fazer profissão da literatura."  — Érico Veríssimo





PINTURA ABSTRACTA __ VÁRIAS PERSPECTIVAS / MÚLTIPLAS VARIANTES













Vantagens de um pintura abstracta __ Tem tantas variantes!... E pode representar tantos estados de espírito.